Tópico: Paulo Viana Responde suas perguntas

Data: 03-05-2011

De: Maurício.

Assunto: Sobre o sinal

Prezado sr. Paulo Viana, boa tarde! meu nome é Maurício. Vi o seu blog na internet, e estou lhe enviando este email para que o sr. me esclareça uma dúvida, se for possível. A questão é que, recentemente, assinei um contrato de promessa de compra e venda, onde eu era o comprador, e dei um sinal ao vendedor. Bem, a CEF recusou aprovar o financiamento por culpa do vendedor. Este reconheceu a sua culpa e estornou o sinal que eu havia pago. Assinamos então um "distrato", onde concordei em lhe dar a quitação da multa. Agora estou procurando um outro imóvel, e muitas pessoas me têm aconselhado a não dar o sinal enquanto a CEF não aprovar o financiamento. O corretor de imóveis, por sua vez, insiste de que sem o sinal não conseguirei fechar negócio com ninguém. Que devo fazer? Devo dar o sinal antes da aprovação da CEF, ou somente depois? Quando? O sinal é obrigatório? Se devo dar o sinal, como fazê-lo de uma forma segura para mim? Grato pela sua atenção,





Voltar