Avenida Dom Pedro I será duplicada

Avenida Dom Pedro I será duplicada

Secretário diz que município pretende realizar ligação direta entre a Linha Verde e o Estádio Mineirão

A Avenida Dom Pedro I, o principal corredor viário entre Venda Nova e a Pampulha, terá a pista alargada. O anúncio foi feito pelo secretário municipal de Políticas Urbanas, Murilo Valadares, durante inauguração de trecho duplicado da Avenida Antônio Carlos, dia 11 de novembro. Segundo ele, a obra faz parte de um conjunto de intervenções viárias que precisarão ser feitas para que Belo Horizonte possa sediar jogos da Copa do Mundo de 2014. "A idéia é fazer uma ligação direta e rápida entre a Linha Verde e o Mineirão para quem vem do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins", explicou. Conforme o secretário, o empreendimento está em fase de elaboração do projeto técnico, que deve ser finalizado neste ano.

O início da licitação ficará a cargo da nova administração municipal, mas Murilo Valadares acredita que as obras possam começar em até um ano. A duplicação da Avenida Pedro I, com a criação de uma pista central exclusiva para ônibus, é aguardada com esperança pelos moradores da região Norte da capital e de outros municípios da Grande Belo Horizonte, que utilizam a via. Para muitos, essa seria a solução para os constantes congestionamentos na Avenida, principalmente nos horários de pico. "Demoro mais de meia hora todo dia para passar pela Avenida", explicou o representante comercial Alvimar Figueiredo, morador do Bairro Itapuã.
Por outro lado, comerciantes temem pelos processos de desapropriação. Um deles, Bruno Costa, afirmou estar receoso pelo valor pago para a desapropriação dos imóveis: "O ponto de comércio aqui é muito bom".De acordo com Murilo Valadares, certamente, a Prefeitura precisará fazer desapropriações ao longo da Avenida: "Elas devem ser caras, mas são necessárias". A Prefeitura ainda não tem o custo estimado da obra.

Para o doutor em planejamento em transporte e trânsito da Fundação Dom Cabral, Paulo Tarso, o alargamento da Pedro I é a solução mais viável a curto prazo, sendo que o ideal seria o planejamento da ligação entre o aeroporto e o estádio via sistema de trens rápidos. Ele ressalta, que vale a pena levar em conta a possibilidade de fazer essa ligação pelo Bairro Floramar, passando por debaixo da região do aeroporto da Pampulha. O especialista ressalta, ainda, que é preciso tomar cuidado para que a duplicação não crie um gargalo ainda maior na Lagoa da Pampulha, onde há um afunilamento.

Fonte: O Tempo, Eugênio Martins, 12/11/2008.
http://www.bhtrans.pbh.gov.br/portal/page/portal/portalpublico/Imprensa/Pedro%20I%20duplicada